quarta-feira, 5 de maio de 2010

Virginia Woolf

Virginia Woolf nasceu em Londres, em 1882. Filha de um editor, Sir Leslie Stephen, ela recebeu uma educação esmerada, freqüentando desde cedo o mundo literário.

Em 1912, casa-se com Leonard Woolf, com quem funda, em 1917, a Hogarth Press, editora que revelou escritores como Katherine Mansfield e T.S. Eliot.

Fez parte do grupo Bloomsbury, círculo de intelectuais sofisticados que, passada a I Guerra Mundial, investiria contra as tradições literárias, políticas e sociais da era vitoriana.

As primeiras obras de Virginia Woolf foram The Voyage Out (1915) e Noite e Dia (1919). Em Mrs. Dalloway (1925), Virginia Woolf emprega recursos narrativos inovadores para retratar a experiência individual. O mesmo ocorre com Rumo ao Farol (1927).

Em 1928, publica Orlando, fantasia histórica que evoca com brilho e humor a Inglaterra da era elizabetana. Nesse período, Woolf faz as famosas conferências para estudantes dos grandes colégios femininos de Cambridge, nas quais mostra sua verve feminista.

Em 1931, publica As Ondas, uma de suas obras mais importantes. Seis anos mais tarde, lança Os Anos.

Toda a vida de Virginia Woolf foi dedicada à literatura. Em 1941, vítima de grave depressão, ela se suicida, deixando considerável número de ensaios, extensa correspondência e o romance Entre os Atos (1941).

Fonte: educacao.uol.com.br

2 comentários:

Nanda disse...

Maravilhosa... Fiquei apaixonada por ela quando vi 'Horas', eu até tenho esse filme, acho lindo!
Conheço uma professora de literatura no Rio que é PHD em VW... Imagina...
Beijinhos, querida!

Marliborges disse...

Olá Mirtes, amei esse post, eu adoro La Wolf! Tenho um post sobre ela que complementa perfeitamente esse aqui. Eu até gostaria de fazer um link entre nossos posts, mas não sei fazer. Então deixo o endereço pra tu dar uma lida, acho que vais gostar.
http://marliborges.blogspot.com/2010/04/um-teto-todo-seu.html
Um beijo grande